palestra

II Simpósio de Eficiência, Emissões e Combustíveis acontece em São Paulo

Evento teve como tema “Os Antagonismos da Crise”

sindirepa

No final de Junho/2016, ocorreu o II Simpósio de Eficiência, Emissões e Combustíveis, com o tema “Os Antagonismos da Crise”. Promovido pela AEA – Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, ele aconteceu no Milenium Centro de Convenções, em São Paulo. A abertura do evento se deu com a palestra “Status da Continuidade no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular – PBEV”, ministrada por Marcelo Borges, do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Ela serviu para esclarecer que o programa foi criado para prestar informações úteis aos consumidores sobre o desempenho dos veículos leves, no que diz respeito à eficiência energética, ao consumo de combustível e a emissões de gases poluentes e de efeito estufa, estimulando assim a competitividade e o processo de melhoria contínua da indústria: “O foco é oferecer confiança e inovação. Por causa de sua solidez técnica, transparência e integração com as partes interessadas, o PBEV foi adotado pela sociedade como a principal referência e considerado um dos mais aperfeiçoados do mundo, atualmente um dos critérios para alcance das metas estabelecidas pelo Programa Inovar-Auto”, disse Borges. Maxin Peretolchin, gerente técnico e de marketing da BSF ministrou a palestra “Melhoria da eficiência durante todo uso de aditivos de combustível”. Nela, ela falou sobre como a empresa desenvolveu profundo conhecimento em testes confiáveis que demostram a eficiência dos aditivos para redução do consumo de combustível e, consequentemente, da emissão de CO2. Angelo Alves, da Umicore Brasil, apresentou a palestra “Tecnologia de controle de emissões disponíveis para atendimento ao PL7”, onde demostrou sobre a evolução dos catalisadores: “Para atender à demanda de limites de emissões mais restritos para os veículos, esperamos aumento da durabilidade, limites do material particulado e emissões evaporativas”, salientou Alves. A apresentação “Aumento do percentual do Biodiesel”, por Vicente Pimenta, da ABIOVE – Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais, falou sobre o incremento e melhorias do biodiesel na matriz energética nacional. O engenheiro sênior de aplicações da Cummins Latin America, Eidy Arima apresentou, na palestra “Nova tecnologia e implementação em caminhões compatíveis com o Proconve P7”, como a fabricante de motores tem focado suas ações para reduzir cada vez mais a emissão de CO2. Ele afirma que “a Cummins tem um plano de redução de 15,6 milhões de toneladas de CO2 entre 2014 e 2020 e o nosso objetivo é trabalhar em parceria com nossos clientes, com foco em produto que consome menos, com redução de custo operacional”. O trabalho “Sistema auxiliar sob demandas com controles preditivos”, foi apresentado por Goerges Glyniadakis, da AVL. Nela, ele falou como o mercado europeu lida com desafios e oportunidades relacionados ao gerenciamento energético, considerando a eletrificação de sistemas e aplicação de tecnologia hibridas que permitiram o aumento da integração e do rendimento entre o trem de força e o veículo para o salto em direção de eficiência energética. Para fechar, Daniel Bassoli, da SGS e também conselheiro da AEA, falou sobre “Inspeção Veicular no Mundo” e sua importância nas estatísticas de mortes e feridos causados pela falta de manutenção dos veículos automotores: “Mortes em acidentes de trânsito, por falta de manutenção veicular, podem chegar a quinta causa mortis em 2030”, afirmou Bassoli.

O coordenador do evento, Renato Linke, encerrou oficialmente o simpósio. Para ele, “por conta das atuais exigências de legislação e de programas governamentais, o tema ganhou relevância extraordinária. Daí a qualidade técnica de todas as palestras do simpósio”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *